sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008

Diário da Minha Ausência, volume II

Pois é, já há bastante tempo que não escrevo nada com mais do que meia-dúzia de linhas, e, vou explicar o porquê. Para além de ter estado com o horário do trabalho, um pouco... bem... digamos que quando chegava a casa queria era ir para a cama, roncar, alto e bom som. E como depois, tive uma crise grave do eczema, em que fiquei com as mãos num tal estado que me doía só ter de mexer os dedos, não tenho grandes novidades "artísticas" para mostrar.

E, mais importante que isso, nas minhas últimas folgas, fui à linda, e, maravilhosa cidade de AVEIRO! Quando acabei o curso, foi-me oferecida, pelo meu mais que tudo, uma viagem a qualquer local que eu quisesse, e, eu escolhi AVEIRO, pois, desde que fiz um trabalho, em que a minha parte, foi, basicamente, Aveiro e a zona da Costa Nova, fiquei louca para lá ir, e, sempre é em Portugal. Gostava primeiro de conhecer todos os pontos que ainda quero conhecer em Portugal, e, só aí, começar a "ir para fora... lá fora". Adorei a cidade, as pessoas, os OVOS MOOOOOOLES. Já há muito tempo que eu não andava por uma cidade, à noite, sem ter medo de ser assaltada. Está tudo super bem tratado e limpo, não se vê os típicos gândulos da cidade de Lisboa, as pessoas andam todas com um sorriso nos lábios... Adorei toda a experiência, e, para mim, a cidade tem inúmeras facetas que me marcaram. Aveiro ficou como a cidade dos azulejos (nunca na minha curta vidinha, vi tanto azulejo, tão lindo), cidade das bicicletas (achei lindo, as pessoas, em especial, pessoas já de uma certa idade, a percorrem a cidade com as compras do dia, no guiador - minha gente, quando eu falo de compras do dia, falo, inclusivamente de pacotes de detergente para lavar a roupa!), a cidade das pontes (tantas, e, todas tão lindas), a cidade de Jesus Cristo (juro por Deus, que o padre que estava numa das igrejas, era a encarnação de Jesus Cristo. Cabelo até aos ombros, barba, braços no ar... fiquei parva a olhar para o homem! ainda pensei tirar uma foto como prova, mas como ele estava a dar uma missa, era assim, um bocadinho - muito pequeno - de falta de respeito :P),a terra dos lindos moliceiros - que me deixaram sem palavras, e, a cidade da boa comida (fui a um dos restaurantes mais interessantes e artísticos da minha vida - comi uma calzzone em forma de peixe, e, as paredes estavam forradas com desenhos feitos pelos clientes, nas toalhas de mesa; e, claro, os ovos moles! MEU DEUS OS OVOS MOLES! como me arrependi de ter comprado a barrica mais pequena.)

Para vos dar um gostinho desta viagem que ficará para sempre no meu coração, mostro-vos aqui um medley de fotos da viagem. Espero que gostem, pois eu sei que AMEI

8 comentários:

mes BiJOUX à MOI disse...

Não acredito que tivesse tão perto de mim e não viste me dar um beijo! Mááááááááá!!!
São deliciosos os ovos moles não são :D? por acaso sabes quantas gemas de ovos levam? Sabes? é melhor não saberes... lol
Um dia destes ainda te faço uma surpresa...

VerdeBlue disse...

Olá, olá!

Que belo passeio, sim! :)))

E ovos moles, não há para aí nada??? ;)

(e não estás a "dever" post nenhum!)

Bjokas e bom fsemana*********

Arte na Mão disse...

Adorei a tua reportagem sobre Aveiro, além de recordar ainda me fiquei a "babar"....
Quanto á mal, está recervada para ti.
Beijinhos grandes e uma óptima semana,
Alik

Oficina das Linhas disse...

Oh minha querida, muito obrigada pelo comentário, fiquei sem palavras...

AInda bem que gostaste das tuas férias, sabem sempre a pouco, não é?

Muitos, muitos beijinhos

Maria Lemos disse...

Perante esta reportagem no minimo fantastica, estou com vaontade de voltar a visitar Aveiro...adorei as fotos!

Ratinhos e Companhia - Celia disse...

olá!
Pois é tens razão, primeiro portugal, mas olha...bicicletes queres, então vem á noruega a sarpsborg que é onde eu vivo ou então na belgica que tanto num lado como noutro quem tem prioridade são os ciclistas e são tantooooos, olha mais que os carros, vai-se de cicla para todo o lado...
Beijinhos

Teteka disse...

Fizeste uma descrição tão perfeita, que ao ler as tuas palavras, me senti lá. Por acaso Aveiro é um sitio que não conheço, mas depois do que disseste fiquei cheinha de vontade de lá ir...
Uma beijoka grande e obrigada por partilhares conosco essa viagem tão importante e marcante para ti.
Teresa

Coisas de Mulher disse...

É, Portugal tem tanto para nos oferecer... fizeste muito bem!
Beijinhos!
Helena :D