sexta-feira, 24 de Fevereiro de 2012

A regra dos 3 R's

Levo a Ecologia a sério, apesar de não ser também uma extremista!
Uma das coisas que tento sempre fazer é reutilizar as embalagens de vidro e plástico. Por exemplo, na foto do post anterior podem ver a caixa de Ferrero Rocher que me deram no Natal e que agora guarda bijutarias (na esperança de como as vejo, as use e não me esqueça delas perdidas pelas caixas, caixinhas e caixonas espalhadas pela casa).
Uma outra, daquelas caixas mais pequenas Ferrero Rocher (talvez este uso de caixas de chocolates expliquem o meu aumento estúpido de peso....) serve para guardar os batons.
Num cesto da Viva, usei ainda uns frasquinhos de iogurte e tupperwares impróprios para uso alimentar, para fazer a divisão de alguns dos produtos de maquilhagem por tipologia.
O que acham? Ecológico e sobretudo prático e barato, não??

May

Desde que me mudei para a minha nova casa, ganhei um novo vicio (do qual já tinha falado por aqui): vernizes! Quando vim para aqui tinha uns 3, agora tenho mais de 40.
Muitos deles são da famosa casa Chanel. Se me perguntarem o porquê... bem... poderia dizer tantas coisas... A qualidade do verniz, a sua durabilidade, o seu preço... Mas não. A razão principal é: as cores são tão giras!!!
A durabilidade SUCKS (os baratinhos Risqué, são os que até hoje me duram mais! Habitualmente uma semaninha, mesmo a lavar tachos e a limpar a casa e não se estragam. Com o Chanel, ainda na terça pintei as unhas e hoje no trabalho descascou-se tudo), a qualidade não é nada de especial (normalmente tenho que pôr 3 camadas para ficar alguma coisa de jeito), o Preço... Upa Upa.
Então perguntem lá como o F. : Se os baratuchos de 1€ são melhores, porque insistes em comprar as edições limitadas de 19€ o frasquito????
OPÁ!!!! Digam lá se esta cor não é do mais fofo que há!!!! É que é tipo Coca-Cola! Por muito que tentem, não conseguem imitar!!!

terça-feira, 21 de Fevereiro de 2012

Papáaaaaa!!!

Hoje o meu papá faz 64 anitos!! E continua tão maluco como se tivesse 4 :D






Já vos disse que os diabéticos são crianças disfarçadas?? Eu fiz-lhe um bolo de aniversário sem açúcar, com cobertura de mascarpone e limão para que não lhe fizesse mal, e ele sussurra-me com um sorriso de orelha a orelha que ao pequeno-almoço comeu um palmier... só não o deitei no colo e lhe dei uma palmada com o chinelo, porque ele tem mais força que eu.

Não consigo ser fashionista....

A prova?

Andei 1 ano à procura de uma pulseira tipo cobra (adoro bijutaria com formato de animais. Em especial animais dos quais tenho um medo de morte - como as aranhas, mesmo à menina - ou que me provocam arrepios na espinha - como as cobras). Quando finalmente encontrei uma gira e a comprei, guardei o raio da pulseira tão bem, que mesmo que a quisesse usar não conseguiria pois não a encontro em lado nenhum... :S


RAIOS! Cabeça de alho-chocho :(

segunda-feira, 20 de Fevereiro de 2012

Ainda o acordo ortográfico

Do livro Claraboia, houve uma coisa que não expliquei... como foi editado há poucos meses, está já sob o novo acordo ortográfico. E não imaginam o horripilante que é, ler um livro do Nobel português, com esta nova maneira horripilante de escrever. A minha primeira impressão era sempre: UH!olha um erro :S

O meu arrepio na espinha é tão grande, que encomendei o 1Q84 do Haruki Murakami na Wook em versão inglesa. Em inglês por 3 razões:

1º É mais barato encomendar em inglês do que em português
2º Os 3 volumes estão já disponíveis - e não apenas o primeiro
3º De certezinha que em português está já com a grandessíssima bosta do acordo

domingo, 19 de Fevereiro de 2012

Das guerras lá de casa

Ele diz que se o seu SLB terminar o contracto com a SporTv e os jogos começarem a ser transmitidos pela Benfica TV que vai querer o canal.

Tendo em conta que apesar da carteira lá em casa ser a mesma, mas na realidade é da minha continha que sai o pagamento para a Zon... eu respondi um dos meus "Uó Uó... é isso e couves".

Estás a ser má, dizem vocês...

Não estou não! Se ele é uma pessoa que se recusa a ir ao cinema ao Alvaláxia (que para mim tem o melhor cinema de Lisboa) porque está no estádio de Alvalade e se recusa a dar € ao meu SCP, ACHAM mesmo que eu vou dar assim o meu dinheirinho ao SLB?? Se ele me tivesse dado uma outra razão para não ir ao cinema a Alvalade, eu até lhe punha a Benfica TV (que raios, já fiz uma visita guiada ao Estádio da Luz só para fazer companhia a uma amiga benfiquista, não sou propriamente obcecada por clubes), assim, quando ele me fez olhinhos de carneiro mal morto a dizer: "Vá lá! Senão depois não vejo os jogos" O negociador que há em mim despertou e propus um negócio:" Eu ponho Benfica Tv mas tu compras-me uma iogurteira!!!"

sábado, 18 de Fevereiro de 2012

Clarabóia

O livro esquecido de Saramago. Um dos primeiros a ser escrito, e que ele nunca quis ver publicado, mas que a sua esposa publicou após a sua morte.

Eu gostei muito do livro. Mesmo muito. Entramos facilmente na história e vivemos a vida daqueles vizinhos. Torcemos por uns, simpatizamos com outros, desejamos mal a um em particular...


Mas realmente percebe-se que foi um dos primeiros livros a ser escrito pelo nosso Nobel. Porquê? Porque tem pontuação!!!! eheheheheheheheheheh

Serviço Nacional de Saúde

Ontem tinha uma consulta marcada para as 13h30m. Sim, leram bem: marcada

Saí do trabalho às 13hrs e cheguei ao posto à hora marcada. Pontualidade inglesa como gosto!

Saquei do livro que uma colega me emprestou e comecei a ler à espera que me chamassem.

Às 14h30m reparo que tenho 3 pessoas à frente... não é muito grave.... continuo a ler

Às 15h30m ainda ninguém me chamou.... já me dói o pescoço... já não consigo estar sentada nas cadeiras de madeira - do género escola preparatória

Às 16h15m chamam-me! YEI!!!!! Ah afinal é só para conversar com a enfermeira... às 16h25m estou de volta à sala de espera... Já li 80 páginas e já não me apetece ler mais... dói-me a cabeça, estou cheia de sono e só consigo pensar que num dia normal a esta hora já estou a fazer a minha caminhada normal até ao carro, para ir para casa

Às 16h40m a médica chama-me! YEEEEEEI!!!! Mas na minha mente só penso: ok, isto estava marcado para as 13h30m... sai do trabalho 3 horas mais cedo para isto quando podia ter feito o turno normal, chegava aqui às 16h30m e esperava apenas 10min.... uhmmm... para o ano já sei o que faço

quinta-feira, 16 de Fevereiro de 2012

Pancadas de gaja

Estão a ver o post anterior? Não? Vou dar uns segundos para lerem.

Ok... vamos ver se nos entendemos... aquilo não quer propriamente dizer que eu não queria que ele não me desse nada... ou não dissesse qualquer coisa relacionada com o dia. Não queria nada de muito espalhafatoso, mas ao menos uma flor arrancada do jardim aqui em frente teria sido muito fofo e sentimental o suficiente. O facto de ele não ter percebido isso, deixa-me deprimida.

Porque raio ´´e que eles não percebem as entrelinhas???

E porque raio ´´e que ele compra um teclado tão nerd que eu não encontro os acentos!!!!!!!

terça-feira, 14 de Fevereiro de 2012

Be my valentine!

Bem, em 8 anos de namoro já passámos por várias fases relativamente ao dia de namorados. No primeiro ano, foi ano de grande prenda e jantar fora... o dia foi perdendo importância de ano para ano... o ano passado ainda fiz um jantar todo ronhonhó (porque era o primeiro que passávamos na nossa casa) mas não dei prenda! O jantar já me tinha dado trabalho suficiente...

Este ano dei uma prenda do mais romântico que há: Uma marmita! Mas é uma marmita gira! E ele a mim? Um verniz endurecedor da O.P.I. e o novo livro da Nigella Lawson! :D

E o jantar?? Super afrodisiaco... hamburguer de salmão com pringles.

E porquê? Porque o dia dos namorados, é um dia normal! Se o Natal é quando o Homem quer, o dia de São Valentim é todos os dias!

domingo, 12 de Fevereiro de 2012

Vida campestre VS vida urbana

Quando era criança, adorava quando íamos para o Alentejo. Eu por mim, até vivia lá! Era tão mais feliz quando podia andar na rua à vontade, brincávamos na rua, ia ao campo com o meu avô, ia buscar água aos poços (sim, que apesar de termos água corrente, não é potável...) com o meu tio, tinha a minha melhor amiga a viver umas portas abaixo, e um curral cheio de animais para brincar.

Depois veio a adolescência - ou a chamada idade parva-mais-parva-não-há - e ir para o Alentejo era um sacrifício. Nada para fazer a não ser chatear a pobre da C. - se bem que nos divertíamos bastante. Eu queria era ficar em Lisboa, para ir ao cinema com o meu grupinho de amigas. Irmos lanchar ao Vasco da Gama é que era!!!

Comecei a namorar com o F. e aí o sacrifício ainda era maior! Os dias que passava lá, eram dias longe dele! Como é que se sobrevive longe da pessoa que faz com o nosso coração bata?!?

E agora, que já acabei a escola, já tenho aliança no dedo, e partilho a minha vida com uma mão cheia de pessoas (são poucos, mas amigos verdadeiros, e mais vale poucos e bons, do que muitos e falsos), aquilo que mais gostava era poder deixar esta vida urbana, cheia de stress e de filas no hipermercado, uma vida passada 8hrs por dia em pé a aturar clientes parvos (vá... também conheço muita gente fofinha, mas os parvos é que me dão cabo da mioleira) e ir para o campo. Acredito mesmo que seria feliz numa vida direccionada à casa, à terra, à família. Cada vez mais, anseio por voltar para a minha origem. A vida no campo está-me no sangue, no adn, na herança familiar!!! Aqui há uns dias vi uma proposta de trabalho até mais ou menos decente (ou pelo menos equivalente ao que faço e ganho em terras alfacinhas) em Reguengos e pensei: "É agora!! Vou criar uma família como a minha foi criada em tempos!"

E depois lembrei-me: "ah... é verdade... ele também precisa de trabalho. Não sou só eu. E ele ganha bem melhor que eu. E lá não há nada na área que ele trabalha"

Por isso, o melhor é continuar a visitar blogs destes e ir sonhando com o dia em que talvez possamos mudar a nossa vida. Em que exista trabalho na nossa área, em zonas rurais. Em que ganhe o Euromilhões e já não precise de me preocupar com trabalho!

Ao menos, a zona que escolhemos para viver, tem um misto dos 2. Estamos muito perto de Lisboa, vivemos numa cidade, mas é uma cidade em que ainda se percebe a herança ribatejana do amor à terra.

... hoje apetecia-me sair daqui e ir directa para a minha Amareleja e passar uma semaninha, pelo menos :(

I am a beast!!!

Durante umas semanas, andava com desejos de ir ao MacDonald's. Depois vi o Bagel e fiquei ainda com mais vontade de ir ao Mac.

Na sexta não tinha nada feito, nem sabia o que haveria de fazer para jantar, por isso vai de ir ao Mac do outro lado da rua buscar jantarito.

Como sou uma besta, trouxe 1 Bagel e 1 CBO.

Assim que acabei de comer o CBO, tive de ir a correr para o w.c.
Depois começa a doer-me o braço.
O coração começa a bater a 1.000 ao minuto.
A tensão começa a subir.
Tonturas.
O peito começa a doer-me.

Hoje é domingo, e ainda não estou a 100%. Ainda estou zonza e sinto o coração super rápido. E tudo porque sou uma besta e não me chega 1 hamburguer só. Tinha que enfardar 2.

Meu Deus, ainda me lembro de quando, nos anos de universidade, comia um Happy Meal e ficava super satisfeita! Quando é que me tornei uma besta a comer??? E porquê??

Só sei que a partir de agora, vou-me restringir aos meus hamburguers de salmão, com salada e molho de iogurte. Que eu faço-os tão bem, e não me provocam ataques destes! Mesmo quando como 2...

domingo, 5 de Fevereiro de 2012

Lides Domésticas

Não sei o que é pior:


Passar a folga a limpar a casa e passar a ferro


OU

Acordar às 06, entrar ao serviço às 07:30, sair do trabalho às 16...

...e ir a voar para casa para limpar o pó, aspirar, lavar os w.c.'s, lavar o chão da cozinha e w.c.'s, passar o pano agarra-pó no chão da casa toda, fazer a cama que tinha ficado a arejar, estender a roupa, jantar cereais porque não quis fazer comida pelo simples facto de ter que lavar o tacho... e o F. quando chega a casa a primeira coisa que diz é: "Não me cortaste o queijo para comer com tostas? Porquê?"


Juro... há dias que só o facto de não ter forças me impede de o esganar.

sábado, 4 de Fevereiro de 2012

Nham Nham Nham iorgutes!!!!!

O meu F. diz que eu sou facilmente influenciável e que é por isso que desde que passei um turno a falar de iogurtes caseiros com uma colega (os que a minha mãe fazia, e que ela e a familia ainda fazem) que não consigo parar de investigar iogurteiras e receitas. Eu acho que é porque sou uma gulosa e glutona de primeira! É que se a minha mãe só os fazia naturais, eu cada vez encontro mais e mais receitas que me deixam a babar!!!



Ele diz que não compensa o gasto de energia, mas se calhar ainda não viu bem os preços dos iogurtes biológicos e dos Emmi que de vez em quando compro (cada vez menos, porque cada vez estão mais caros).



Eu digo que quando tivermos filhos, estes iogurtes são mais saudáveis; ele olha-me de lado sem responder.



Eu digo que a máquina é barata; ele responde que já tenho muita coisa que não uso.



Eu pergunto o que é que tenho que não uso; ele responde-me máquinas para fazer tudo e mais alguma coisa.



Eu embruteço e pergunto O QUÊ?! Que só saiba só tenho Bimby e varinha mágica... Ele com desprezo diz as panelas que trouxe do meu pai (a.k.a. trem de cozinha e uma panela electrica que o meu pai me obrigou a levar para a minha casa)... A minha alma fica parva mas como não me consigo enervar quando olho para a cara dele... continuo a fazer de Homer Simpson e a babar-me com os iogurtes... enquanto penso: "Quando ele menos esperar já tá a enfardar iogurtes caseiros... becauz I'm an INDEPENDENT WOMAN!!!!" E na minha cabeça começa a tocar o album das Destiny Child e o Love Don't Cost a Thing da JLO e tudo o que é música feminista que tenha como mensagem: YO EU trabalho, e faço o que me dá na real gana com O MEU ordenado, mesmo que depois tenha que pedir que me pagues com o teu cartão, alguma coisa, porque já estoirei o ordenado todo e ISSO NÃO interessa porque a conta é dos 2 :D - olhinhos de carneiro mal morto 8)





Ele diz que não me compra a máquina, mas eu já andei a investigar qual será a melhor (a da Ariette começa a chamar-me muito a atenção, em particular porque caso parta um copo, os frasco dos iogurtes Emmi substituem... e eu guardo tudo quanto é frasco de vidro - iogurtes, salchichas, polpa tomate - pois sou uma seguidora da Religião dos 3 R's).





Religião dos 3 R's??? Que religião é essa?!?!?







SEUS INCULTOS!!!! Reduzir, Reutilizar, Reciclar :P (não digam que não vos ensino nada).













Agora, deixem-me babar com isto enquanto vejo receitas nos blogs do costume